Você confia no seu mapa?

Lembra do post “Lista telefônica é da sua época?” que eu postei primeiro no site da 612 Comunicação, e depois trouxe para o blog? Então, uma das coisas que eu mais gostava de fazer nessas listas era olhar os mapas. Primeiro, procurava onde eu estava, e depois o quão próximo ou distante estava de alguns lugares da cidade. Os tempos mudaram e a tecnologia trouxe os mapas do mundo inteiro para a tela do computador. E para a palma da sua mão. Hoje, como você consulta o seu mapa? E você confia na informação lá exibida?

Hoje em dia, os mapas podem ser atualizados pelos próprios usuários. Muitas vezes nem sempre retratam com fidelidade nomes de algumas ruas, atualização demora, enfim, os mapas demoram a entender a dinâmica das ruas. Um viaduto que se levanta, uma rua que muda de sentido, uma rua que não tem o nome que lá está.

O Google Maps que o diga. De tantas coisas que adicionei e corrigi no meu perímetro, virei Local Guide nível 7 por lá. Pelo menos eu tô contribuindo e sabe de uma coisa? Queria muito fazer isso e essa é uma vontade que eu posso realizar aqui. Recentemente, solicitei várias correções de nomes de rua, mas poucas o Google Maps registrou – e eu tô na esperança do resto.

Eu no Google Maps.
Colocando o bairro no Maps.

E quando nem a Prefeitura resolve?

O que pouca gente sabe é que grande parte dos nomes e mapas de João Pessoa está listado em uma base oficial, chamada de Filipeia. No mapa dinâmico dá para ver, por exemplo, os nomes oficiais e algumas ruas que estão sem nome, para servir de base e fonte para os mapas que as pessoas acessam. E aqui vamos, mais uma vez, para o Cristo Redentor, até porque está dentro do meu perímetro.

Para começar, encontrei três ruas com os nomes Antônio Mariz, Ayrton Senna da Silva e Santos Dumont, que estão na base oficial e no Maps. São três ruas do Cristo homônimas com vias dos bairros Portal do Sol, Roger e Centro, ou seja, são três ruas que mostram que em João Pessoa duas vias compartilham o mesmo nome. Quem mora nessas ruas tem que ser muito específico para evitar confusão não só nas correspondências, mas nas entregas e corridas de aplicativo – que dependem de Google Maps para localização.

Em outras, os nomes sequer aparecem e quando aparecem, aparecem da maneira errada. É o caso de uma via lateral do Parque de Exposições, onde no Google Maps aparece como João Gonçalves da Nóbrega (que existe, mas é outra rua em outro ponto do bairro), no mapa dinâmico da Filipeia aparece como Cristovam Tadeu, e em outro como José Gonçalves de Amorim.

E também é importante lembrar que a via de frente para a arquibancada sombra do Almeidão não possui nome oficial (no Google Maps aparece como Rua José Américo, no mapa dinâmico da Filipeia, como Rua Sem Nome 8147.

É importante manter as informações consistentes

Um mapa atualizado é fundamental pelo fato de que dele depende uma localização aprimorada para motoristas de aplicativo, entregadores, Correios (que possuem a base oficial), dentre outros aspectos, inclusive de um endereço onde eu pelo menos saiba em que rua eu moro. E que ela tem um nome.

E para quem mora há 33 anos no mesmo lugar, nada como compartilhar esse conhecimento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sair dos grupos do WhatsApp sem ser notado? Seria um sonho? A semana no blog- 8 a 14 de maio Como usar as reações em mensagens do WhatsApp A semana no blog- 1 a 7 de maio Novidades em teste no WhatsApp em múltiplos dispositivos