Image

Um rascunho guardado

Um dia, esse texto foi um rascunho guardado. Mudei algumas coisas. Montei do meu jeito. E no fim, transformei em uma crônica de domingo.

Esse texto começou de uma maneira completamente diferente. Quando eu comecei a escrever, ele não tinha essa introdução. Um rascunho guardado sempre começa de uma maneira e termina de outra, um modo de adaptar aquelas ideias que eu guardo ao tempo.

E é o tempo que transforma. É o tempo que praticamente reescreve esses textos pelas minhas mãos. O tempo cuida de amadurecer aquelas ideias e esse rascunho guardado vira algo incrível. Guardado online, não é uma página que amarela com o tempo.

Ah, a produtividade, esse bicho de sete cabeças que a gente tem que domar… É ele que transforma esses rascunhos em textos que você lê. Tô com vários guardados entre dispositivos no Simplenote. Alguns eu transformo em novos textos, outros eu transformo em legendas, alguns em roteiros do Luneta Sonora.

Quase todo texto nasce assim. E nem sempre todos viram rascunhos, pois mal nascem, já estão no ar, para as pessoas verem. Em muitos momentos, algumas coisas ficam guardadas para aqueles momentos em que não temos inspiração. Outras a gente não quer esperar.

Um dia, esse texto foi um rascunho guardado. Podia ter sido um destaque aleatório. Mudei algumas coisas. Montei do meu jeito. E no fim, transformei em uma crônica de domingo.


Receba os posts do site em seu e-mail!

Toda vez que um post for publicado no site, você irá receber na hora.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Antes de deixar o seu comentário, leia a Política de Comentários do site.