#TrendTalks: A busca pela vacina

Depois da #ContentTalks, lanço mais uma categoria usando dessa vez dados, o que eu chamei de #TrendTalks, onde comento algumas coisas em relação as principais buscas do Google através de análises do Google Trends. Essa ferramenta é um parâmetro geral de buscas que pode servir tanto localmente para o Brasil como para o mundo. E para inaugurar a categoria, começo com a busca e o interesse dos brasileiros pela vacina da COVID-19.

Claro que em se tratando de trends, prepare-se para ver um monte de gráficos. Como os nativos do Google Trends aparecem recolhidos no HTML – e fica ruim demais para o leitor ver -, optei pelo Flourish, que é ótimo para ilustrar esses dados. Aliás eu já usei quando mostrei os termos mais buscados no Google Trends em 2020 justamente por causa dos problemas de layout.

Agora vamos ao que interessa, justamente os gráficos, levantados no dia 27 de janeiro de 2021. Como são muitos gráficos e não dá para postar todos, lógico, resolvi separar apenas alguns dos principais. O relatório completo e em tempo real do Google Trends está aqui.

O interesse pela vacina

E já começo mostrando como o interesse cresceu – e muito. Aqui mostro um comparativo em relação ao teste para COVID.

Como você está vendo na amostra acima – é que são muitos dados e separei por datas determinadas para ficar mais fácil de interpretar -, o interesse das pessoas começa a crescer à medida que notícias de testes mais avançados das vacinas começam a ser divulgados, e vai aumentando conforme a vacinação começa em outros lugares do mundo. Esse número vai atingir o pico quando a vacinação começa por aqui, a partir da aprovação do uso emergencial das primeiras vacinas pela ANVISA.

A esperança por uma solução definitiva da pandemia é e sempre estará no radar de qualquer um de nós. E o que mais nós queremos é sair dessa o quanto antes for possível.

E o interesse de busca por estado?

O Rio Grande do Norte até aqui – e pelo menos nesta data de 27 de janeiro – desponta com o maior interesse atingindo os 100 pontos, porém seguem como destaques São Paulo – onde fica o Instituto Butantan – e Rio de Janeiro – onde fica a Fiocruz – e o Amazonas – estado que enfrenta colapso do seu sistema de saúde justamente por conta da COVID.

Plano de vacinação

Neste outro mapa do Brasil colorido com as cores do blog, mostro o interesse da população de cada estado em saber o plano de vacinação de onde mora, em outras palavras, as pessoas querem saber quando a sua vez irá chegar. Mas calma! Ainda não tem vacina para todo mundo justamente porque a vacinação está no início e as primeiras vacinas são para uso em grupos prioritários, como profissionais de saúde, idosos acima de 80 anos, e por aí vai.

Então, aqui você pode ver melhor neste outro mapa colorido com a paleta do blog.

Qual vacina mesmo?

Neste outro gráfico é possível mensurar o interesse de busca por determinado tipo ou fabricante de vacina. Nunca é demais lembrar que no Brasil até o momento duas estão aprovadas para uso emergencial em grupos prioritários, a Coronavac (parceria com o Butantan) e a Oxford/AstraZeneca (parceria com a Fiocruz). Cada um quer saber, por exemplo, a eficácia de cada vacina, quando cada uma vai chegar, que vacina tomar…

Aqui nesta amostra aparecem os seguintes termos: Pfizer, Oxford, Butantan, Fiocruz, Coronavac, AstraZeneca e Moderna, separados, considerando que a população saiba que:

  • Fiocruz é parceira da AstraZeneca na produção da vacina de Oxford;
  • Butantan é parceira da Sinovac na produção da Coronavac.

Logo, os sete termos na verdade se relacionam a cinco vacinas. Curiosamente ninguém se lembrou de pesquisar a Sputnik V, a vacina russa, aplicada em uso emergencial não só na Rússia (lógico), como também na Argentina.

Vira e mexe vou trazer mais dados em outros posts, até para que o texto não fique longo demais. Mas é importante acompanhar essa evolução, dados, gráficos, enfim, poder entender o público. Vou trazer mais material assim ao longo do tempo. E até nos vermos livres de qualquer ameaça invisível.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

A mudança das cores do WhatsApp Como usar o WhatsApp em múltiplos aparelhos Celulares onde o WhatsApp vai parar de funcionar Como funciona a verificação de contas no Instagram Como aparecer na pesquisa do Instagram Lista Telefônica é da sua época? Onde o WhatsApp vai parar de funcionar O Instagram bugou de novo! Ouvindo áudio antes de postar no WhatsApp Web Política de privacidade do WhatsApp ajustada para o Brasil Instagram dá fim ao “arrasta para cima” Capa nos destaques das stories do Instagram