SENSO CRÍTICO

É claro que a maioria das pessoas que devam esta lendo esta postagem não me conheça. Mas torcem de alguma forma. Uns torcem por mim, para que eu continue e jamais desista; outros torcem o nariz, porque não escrevo sobre certas coisas que justamente as pessoas mais próximas de mim querem que eu escreva: clichês.
No momento que você faz alguma coisa voltada para todos, como eu estou fazendo agora, você está passível de críticas. E eu as aceito, pois podem me ajudar a melhorar alguma coisa que esteja errada ou enjoativa nos meus mecanismos de comunicação, seja aqui no blog, seja no Orkut. Sei que ninguém é unanimidade neste mundo. Agora, certas pessoas não fazem críticas para lhe estimular a melhorar, mas para lhe estimular a desistir. Tem medo do que os outros vão pensar. Mas desconhecem esses outros. Querem que você seja como o mundo dessa pessoa determina. Mas sempre fracassam neste objetivo: se as pessoas gostam de você, gostam de você como você é, e não querem nunca, jamais que você mude. E elas têm medo mais do que os outros pensam delas mesmas do que de você, mas infelizmente alguns fecham os olhos para isso. Deixe que os outros pensem o que quiserem, pois você é livre para pensar, falar, agir.
É importante respeitar as pessoas e o que elas fazem de importante, como também é importante ter senso crítico. Porém esse senso crítico não pode ser de modo algum utilizado para destruir, e sim para ajudar a construir.
Compartilhe este post