QUARTA-FEIRA ATÔMICA

Seriam as notícias do dia-parte 2 se hoje não fosse quarta-feira de fogo. É, mas além do voo das Muriçocas no plano carnavalesco, o dia de hoje no plano da política fica aqui chamado por mim de quarta-feira atômica. O dia em que do dia para a noite, ou da noite para o dia, como queiram, o poder do Estado da Paraíba muda de mãos. Passa de Cássio Cunha Lima, cassado pelo TSE por abuso de poder econômico, para José Maranhão. Ele foi empossado governador no início da noite de hoje. Mesmo em dia de Muriçocas, não se falava em outra coisa na cidade senão da decisão do TSE. A eleição havia acabado dois anos depois. Independente da posição que fosse tomada, esperava-se uma satisfação. Quanto ao resto, o futuro dirá qual será o rumo que a Paraíba tomará de agora em diante. É logico que, num estado onde se respira política vinte e quatro horas, essa seja uma decisão que gera a alegria dos simpatizantes do Zé e o choro dos simpatizantes de Cássio. Mas agora resta torcer para que os políticos da Paraíba não façam apenas política, e sim ações concretas para que o Estado se desenvolva. Brigas e revanchismos não vão ajudar em nada nesse momento, até porque a Paraíba não tem dono, e o poder é efêmero.
Independente de posição política, o dia foi histórico. Mas que a justiça se aplique a todos sem distinção. Sim, ela foi feita, isso é indiscutível e resta agora tirar as lições desse fato para que os erros que por acaso foram cometidos não mais se repitam.
Fica a minha mensagem para que os interesses da Paraíba sejam maiores do que os interesses particulares dos grupos. Para que lembrem que devem sempre estar do lado dos interesses da coletividade.
Compartilhe este post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *