POR TUDO DE BOM QUE FICA

Agora sim, estamos no último dia do ano. Começo todo aquele cerimonial de réveillon que sempre costumo fazer no blog, pois acredito que encerra-se um ciclo para iniciar-se um completamente novo. E esse ano foi completamente diferente de tudo. Não tinha mais uma rotina. Mas não perdi completamente a esperança.

Acreditei nos meus sonhos e segui adiante com eles até onde eu pudesse seguir, acreditando que poderia chegar mais longe. Realizei sonhos, mas ainda tenho muito a sonhar. Considero que para mim, a vida começa absolutamente agora como um adulto de 26 anos. Começo a realmente pensar em tudo que deixei para trás e dizer: “Passei por tudo isso? Mesmo? Sério? Nossa, como tudo isso passou e eu não senti”.

Em alguns momentos, passou rápido. Em outros, senti que o tempo ficava cada vez mais lento. Mas é claro que não desanimei. Pois sabia que isso tudo fazia parte da maior das minhas provas de superação: a de enfrentar a ansiedade de muitas vezes não estar fazendo nada. E você conseguiu chegar até aqui.

Acredito que em 2015, tudo será diferente. Vou melhorar ainda mais e me dedicar o possível para viver melhor, sem TOC, sem ansiedade, mesmo que não consiga superar isso completamente, mesmo sabendo que uma hora ou outra a ansiedade vai querer voltar a incomodar. Mas não vou deixar.

Novas missões vem aí, novas histórias quero contar e compartilhar. Amadurecer faz parte e estou cada vez mais amadurecendo. Quero poder continuar a sonhar e realizar sonhos.

Não deixar para trás tudo o que de bom ficou nesse ano. Levo e carrego como herança, como levei várias heranças de anos anteriores. Juntas, essas heranças formam uma bagagem. A bagagem chamada história. A história de vida de cada um de nós. O livro de nossas vidas, cuja nova página se inicia amanhã.

E é desse modo que começo o dia 31 desejando para todos os que leem e apóiam o Blog Josivandro Avelar, desde o nascimento do projeto como Diário do Josi, até sua migração para WordPress. Começando a desejar Feliz Ano Novo desde já, pronto para outra, pronto para recomeçar a caminhada. Ainda há muitos passos a serem dados, muitos caminhos a seguir.

E não desanimar diante das dificuldades. Essa é a lição que carrego, compartilho e que fica. E não quero fazer isso tudo sozinho. Vamos fazer tudo isso juntos.

Para juntos, construírmos o ano que começa amanhã. Feliz Ano Novo!

Compartilhe este post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *