O NOVO DESVIO DOS ÔNIBUS NO VIADUTO DO GEISEL

Por conta das obras do Viaduto do Geisel, bem como da própria configuração da via daqui em diante, as linhas 202, 2300 e 3200 fazem há pelo menos duas semanas um novo esquema de desvio para atender os moradores do Conjunto Homero Leal. As empresas ainda buscam a partir destes desvios uma solução definitiva para o itinerário das linhas após a construção do viaduto.

os ônibus no viaduto do geisel 2

No novo esquema, a linha 2300 sai do Geisel, entra pelo acesso provisório do Viaduto do Geisel, passa na via da Arquibancada Sombra, entra na Antônio Teotônio, e a partir daí, acessa o Conjunto Homero Leal a partir da Odília Teixeira Sebadelhe, entrando pelo terminal do Cristo. Da Odília Teixeira Sebadelhe, os ônibus pegam a rua Carlos Dias Fernandes e a partir daí, voltam para a Rogério Benevides retomando o itinerário normal. A linha 3200 pega o itinerário oposto e a linha 202 utiliza os dois esquemas.

Com isso, duas paradas da Rogério Benevides permanecem funcionando, porém outras duas, que ficam após a esquina com a Carlos Dias Fernandes, tendem a ser deslocadas para mais próximo do itinerário. Em linhas gerais, os ônibus obrigatoriamente atendem o Homero Leal antes de entrar e após sair do Geisel.

A Odília Teixeira Sebadelhe é em parte calçada – consequência da obra de reforma do Almeidão. Porém em alguns trechos a via ainda é no barro. As linhas, com isso, passam a ficar mais próximas do terminal do 204 – não se sabe como isso impacta no 3200, se a linha continua fazendo parada após sair da Napoleão Duré ou após sair deste desvio.

Até aqui, a saída definitiva para que os ônibus atendam o Homero Leal é esta, uma vez que o acesso antigo foi extinto e inviabilizado. Deste modo, as linhas 202, 2300 e 3200 passam a trafegar praticamente próximo a todas as entradas do Estádio Almeidão – o que pode ser uma vantagem importante em dias de jogos, por exemplo.

A responsabilidade das obras do Viaduto do Geisel é do DER, do Governo do Estado. A Semob, órgão da Prefeitura de João Pessoa, encarregada de fazer alterações de trânsito e linhas de ônibus, ainda não se posicionou a respeito das mudanças de tráfego das linhas que passam ao redor, a incluir as linhas mencionadas. O Viaduto do Geisel já provocou a extinção de três paradas – que ficavam no antigo acesso que levava à Fenelon Câmara.

A previsão de conclusão das obras do Viaduto do Geisel é de até abril de 2016. Com isso, os veículos que vem do Geisel para o corredor da 2 de Fevereiro obrigatoriamente devem passar por baixo do viaduto e utilizar, como já utilizam, a via que fica em frente à Arquibancada Sombra do Almeidão. O que se espera é que, com a conclusão do viaduto, os atrasos das linhas que trafegam próximo ao novo equipamento diminuam. Além das linhas do corredor 2 de Fevereiro, passam ainda na área do novo viaduto linhas dos corredores de Cruz das Armas e Acesso Oeste, além da 502-Geisel via Epitácio.

Compartilhe este post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *