As ideias que eu só salvei na cabeça

Este post ia se chamar “As ideias da meia-noite”, mas o erro de JSON válido não permitiu que eu salvasse o rascunho. E tudo o que eu escrevi virou uma lenda. Então as ideias são outras e bem, só as salvei na cabeça. E segue o jogo da vida, inventando e se reinventando. Queria criar para ver se o post anterior entrava, ia fazer isso ontem à noite, mas não deu certo e só finalizei tudo hoje.

A minha cabeça parece um pouco cheia né? Então vamos descarregando um pouco o que tem dentro para ver no que é que dá. Nada é mais produtivo que – acredite – simplesmente não sair de onde você está, literalmente viajando pelo mundo da Lua sem sair da Terra.

Imagem de uma lâmpada acesa com uma mão abaixo como se quisesse pegá-la. Fim da descrição.
Ah a lâmpada. Ela acende e apaga, e quando falta a luz?

Se você leu este texto eu consegui. E se eu consegui não foi por causa do erro de JSON válido. Coisas que gosto as vezes de ter raiva, pois é porque eu consegui o que mais gostaria: uma página organizada e profissional, com todos os bônus, possibilidades e até os perrengues, porque nem só de flores é a vida.

Acho que agora dá para salvar as ideias em paz. De todas aquelas que eu salvei. Apenas na cabeça. Onde posso ter uma paz se deletar as que me causam ansiedade. Ainda tenho isso, incomoda e eu sei que incomoda. Mas consegui me autocontrolar.

E sem erro de JSON válido – que agora que eu descobri que era um problema técnico e já resolvi.

Essa era uma ideia que tive. Não deu certo e estava aqui. Transformei em outra completamente diferente. E é nessas invenções e reinvenções que enriqueço o dicionário do meu celular. E exercito a minha prática quase diária.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *