ÁGUA

A água tem sido um problema aqui no Rangel. O serviço de abastecimento do bairro, que era muito bom, de repente começou a apresentar problemas. Será por causa do calor, pois as pessoas precisam beber muita água, se refrescar, ou será a tubulação, que este ano completa 40 anos (sim, caro colega, nas bocas de lobo da tubulação de água lê-se 1969)?
Os frágeis canos do bairro estouram de vez em quando, mas não há dia nessa ou na semana passada que não falte água ou a água chie. Agora nesse período, onde as chuvas de verão ajudam a amenizar um pouco o calor que vem fazendo ultimamente, é que a tubulação não aguenta mesmo, e já por várias vezes chegou a haver alguns problemas.
É preciso também reconhecer os esforços da Cagepa para resolver esses problemas, afinal, a companhia nunca prevê quando o próximo cano vai estourar. Aos poucos essas tubulações antigas, que são feitas de um material frágil, são substituídas por canos de PVC. Os canos estourados são responsáveis por 99% das faltas de água em qualquer bairro, inclusive aqui no Rangel, e a maior responsável é a idade da tubulação, que óbvio, não pode ser toda trocada de uma vez; é como eu disse, essa substituição vai sendo feita aos poucos.
Enquanto isso, nesse momento a água flui normalmente, pois o calor de certa forma continua, e a água sempre é fundamental para amenizá-la. E nunca é demais lembrar que é importante economizar água, pois como é um recurso não-renovável, pode faltar. E em todo lugar.
Compartilhe este post