UM ROSTO QUALQUER NO CADERNO

Fiz porque fiz. Para testar uns lápis. Para ocupar uma folha de papel. Afinal é só um rosto qualquer no caderno.

Para testar alguns lápis e poder ao menos ocupar uma folha do caderno amarelo que está encostado há tempos, fiz esse desenho de um rosto qualquer no caderno. Que significa que, bem, ele está ali porque está ali. É só um rosto qualquer no caderno.

Porque de vez em quando uma arte aparentemente sem sentido um dia pode fazer sentido. Pode entrar para a história ou simplesmente ser encostada e bem, ninguém nunca vai ouvir falar. Nada mais normal do que um rosto qualquer no caderno.

Mas que está aqui e pode ser vista, afinal, não quero que seja somente mais um rosto qualquer no caderno.

P.S.: Participação do celular Velho Guerreiro na foto, acima do desenho, feito no caderno amarelo, que ainda existe…

Compartilhe este post