FOGOS DE ARTIFÍCIO. SOMENTE

Arraial que é arraial tem fogos de artifício. Enquanto escrevo essa matéria já soltaram vários, alguns com barulhos irritantes. Outro período igual pra soltar fogos, só no Ano Novo.

E fogos aleatórios, soltados do nada, com luz quase nenhuma, é mais barulho que luz.

Tem aqueles da pesada, dignos de bomba de atentado, tem aqueles inofensivos como o famoso traque. Para quem não sabe o que é, é isso aqui:

Prazer, traque.
Prazer, traque.

É uma bombinha inocente, a qual ao entrar em contato com o chão, causa um estampido parecido com o de um tiro. Esses daí foram da festa junina da escola do meu sobrinho mais velho. Oito reais o pacote com quatro caixas. A criançada jogava isso aí adoidado.

E ainda joga, desde antes de eu nascer essa tradição do traque já existia, junto com a do chuveirinho, da cobrinha… Já a bomba bujão, bem, aí já é sacanagem. Qual o sentido de alguém pegar aquelas bombas explosivas sem luz alguma? Brincar de fazer atentado terrorista, só pode.

Luz para iluminar e até para assustar como no caso de muita gente que assim se diverte. Agora só toma cuidado pra depois não ir parar na ala de queimados do Trauma.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Os novos recursos que apareceram no (meu) Instagram A semana no blog- 19 a 25 de junho Como esconder dados de contatos específicos no WhatsApp A semana no blog- 12 a 18 de junho WhatsApp testa migração de conversas do Android para o iOS