Image

#bloganuary 002: Hora da diversão!

Eu jogo o meu jogo, com o tempo que eu tenho, da maneira que eu posso. A gente se diverte com aquilo que nos faz sentir bem. E faz a nossa própria hora da diversão.
, ,
Você joga no seu dia a dia? O que “hora da diversão” dignifica para você?

Hora da diversão é o que eu tenho todo dia quando estou no meu trabalho. Mas em outros tempos eu já joguei. Mal, mas eu joguei. Tentei jogar futebol quando era criança e até depois de crescido nas aulas de educação física que eu tinha nas escolas onde estudei, em todas as vezes de uma forma improvisada, nas 11 posições do campo, e por aí vai. Eu não era um craque de bola, não vou mentir. Não nasci para isso mesmo, eu praticamente nem jogava mesmo…

Uma vez eu tentei ser goleiro numa aula de educação física, porque eu era péssimo jogando na linha. Então eu pedi para ser goleiro de um time da classe, vai que dava certo e eu conseguia fazer umas defesas e salvar o time. Até que deu certo né? Não fosse uma bolada que eu levei. E eu já levei bolada estando na torcida também. Quem nunca tomou uma bolada, não faz ideia da dor que é tomar uma bolada. E então larguei o futebol.

E você se pergunta: o que eu fazia nas aulas de educação física após fracassar no futebol? Outros esportes. Os que eram possíveis de fazer. Até fazer exercícios e umas corridas de leve. Correr e caminhar são os meus esportes favoritos justamente porque são coisas que dependem de mim para serem possíveis. Caminhar então, é uma coisa que eu gosto bastante de fazer. E eu já falei sobre isso outras vezes. Mas viemos aqui falar de jogos!

E é justamente falando sobre jogos, que eu poderia supor que a pergunta de hoje do Bloganuary não seja necessariamente e obrigatoriamente sobre jogos esportivos, que exigem do corpo e da mente, e sim jogos de tabuleiro, videogames, entre outras coisas, aí eu poderia dizer que já joguei várias vezes, tipo jogo da memória, jogo do dinossauro do Chrome e de vez em quando uns arcades perdidos. Quando se tem tempo para jogar.

Hoje em dia eu me divirto de outro jeito, afinal, eu mesmo criei o meu próprio trabalho e bem, é desse jeito que eu me divirto. Se é que dá para considerar o que eu faço uma diversão, mas cá estou eu, com meus aplicativos de desenho no tablet, ou colorindo papéis que eu mesmo desenho.

E é assim que, hoje em dia, eu jogo o meu jogo, com o tempo que eu tenho, da maneira que eu posso. E me divirto com o que eu faço como talvez eu nunca me diverti tanto nos meus tempos de criança. Afinal de contas, a gente se diverte com aquilo que nos faz sentir bem. E faz a nossa própria hora da diversão.

Este é um tema proposto pelo Bloganuary, um desafio organizado pelo WordPress.com todo mês de janeiro com o objetivo de estimular o hábito da escrita diária, com um prompt diferente para cada dia do mês.


Receba os posts do site em seu e-mail!

Toda vez que um post for publicado no site, você irá receber na hora.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Antes de deixar o seu comentário, leia a Política de Comentários do site.

Luneta Sonora

Um podcast sobre tudo e o nada ao mesmo tempo.
  1. Luneta Sonora 127: Sério que eu esqueci dos três anos do podcast?
  2. Luneta Sonora 126: Se eu esqueci de alguma coisa, eu não me lembro
  3. Luneta Sonora 125: Como eu esqueci de oito desenhos?
  4. Luneta Sonora 124: Que legenda este episódio merece?
  5. Luneta Sonora 123: A velha rotina está de volta
  6. Luneta Sonora 122: Nunca pode ser tarde, mas tem sido tarde

Assine A Luneta

Receba os posts do site em uma newsletter enviada às segundas, quartas e sextas, às 8 da manhã.