POSTAGEM 100: É MAIS DO QUE UMA SIMPLES MATÉRIA

Alguma vez, querendo ou não, você sente admiração por alguém. Sem querer, ela lhe dá motivos para isso. A minha admiração passará secreta por essas letras, mas entendo que todos já saibam. Para esta pessoa especial, faço questão de dedicar essa mensagem.
E por quê? Por que eu queria, queria muito ter a sua companhia. Pois você é de rara beleza, simpatia e inteligência e que é muito difícil de encontrar em qualquer lugar. E achei. Ou será que você me achou?
E quando chamou a minha atenção, pensei em você no resto do dia. E desse dia em diante, nunca mais saiu da cabeça. Seu jeito de ser, pensar, falar me conquistou e me deixaram cada vez mais admirado de saber que você tem um jeito de ser só seu, com o qual muito me identifico. E que muitas vezes parece comigo. Que sempre falou para que eu não me menosprezasse. E, que sem nem notar, volta e meia olhava para você. Talvez já tenha notado a minha real intenção ao redigir este artigo. E o que as pessoas dizem. Elas não estavam erradas. Elas descobriram tudo sozinhas. Eu dei indícios.
Sei que conhece pelo menos um pouquinho sobre mim. Se me suportaria, não sei, como também não sei qual deve ser qual deve ser sua reação ao ler ou ouvir este texto. Acho que eu, tímido, resumi demais, afinal, eu poderia até usar o caderno inteiro para poder expressar o que eu realmente sinto por você.
A carreira que eu escolhi me exige trabalhar com a razão, mas, perdoe-me a regra, é que aqui quis trabalhar com o coração. Eu não citei seu nome, mas não precisaria por razões já citadas. Mesmo assim, deixarei essa mensagem no silêncio das palavras mais sinceras, para poder preservar esse pensamento. E em quem será que estava pensando ao fazer essa mensagem? Sua resposta está certa.

De minha autoria.

Boa pergunta: Em quem será que ele estava pensando ao fazer essa mensagem? A resposta está aqui.
Compartilhe este post